entre um dia e outro

2009 E 2010: ARQUIVO DE RESIDÊNCIAS . 2011 e 2012: PROJETO ESCUTA NÔMADE

Um olhar de 2011 para 2010

PROJETO: PERCURSOS URBANOS
MOSTRA SESC DE ARTES – 19 à 28/11

19/11 SEXTA
SESC CONSOLAÇÃO
19h30 / 23h

A São Paulo epifânica de Caio Fernando de Abreu. Neste roteiro iremos acompanhar a literatura e personagens de um autor mestre na exposição da solidão humana, da procura por amor e cumplicidade. O circuito do baixo centro servirá de ambiente para leituras e dramatizações.

Mediador: Rodolfo Lima
Trabalhos como ator: Réquiem para um rapaz triste (2003) e Todas as horas do fim (2004), como diretor: Epifanias (2009) e Epifanias 2 (2010) e a produção da Mostra Cênica Caio Fernando de Abreu (2009). 

20/11 SÁBADO 
SESC CONSOLAÇÃO
15h / 18h30

Para Além dos Olhos: uma deriva guiada. Um roteiro para pensar nas deficiências das pessoas comuns, profundamente ligadas ao mundo pela visão e incapazes de chegar a ele através de outros sentidos. Como mediador, uma pessoa cega que nos guiará pelos limites e possibilidades da ausência de visão. Vendas para os olhos estarão disponíveis aos participantes.

Mediador: Claudio Marcos Ângelo
Deficiente Visual há 14 anos após sofrer um acidente, é freqüentador da Associação Brasileira de Assistência ao Deficiente Visual, onde também trabalha no departamento de telemarketing. Toca violão, joga futebol e não dispensa uma partida de dominó.


21/11 DOMINGO 
SESC CONSOLAÇÃO
15h / 18h30

A cidade como playground. Neste percurso vamos observar como as estruturas urbanas são reapropriadas e resignificadas por seus habitantes, em especial pelos jovens, em uma provocação à arquitetura instituída. Skate, Le parkour serão algumas das práticas de transformação urbana a serem vivenciadas, apreciadas e analisadas.

Mediador: Alexandre Barbosa Pereira
Doutor em antropologia social, associado ao Núcleo de Antropologia Urbana da USP, pesquisa práticas culturais juvenis no contexto urbano.


22/11 SEGUNDA 
SESC CONSOLAÇÃO
15h / 18h30

Rotas do alimento: do mundo ao mercado. A recomendação para este percurso é levar uma boa sacola porque iremos a mercados para comprar o de comer e o de beber. Ali, entre bacias e balanças, vamos aprender sobre a história da alimentação no Brasil, sobre as origens e disseminação dos produtos agrícolas, enfim será uma boa ocasião para pensar sobre a formação de nossos sabores e gostos.

Mediadora: Dolores Freixa 
Historiadora, professora universitária do curso de turismos e patrimônio da Universidade de Guarulhos, guia turística cultural, autora dos livros: “Gastronomia do Brasil e do mundo”; Senc editora e “Culinária brasileira – Raízes culturais do nosso país”; editora Larousse do Brasil.

23/11 TERÇA
SESC CONSOLAÇÃO
15h / 18h30

Pequena Jornada Teológica Poética. Pode a arte ser o lugar do Sagrado? Neste percurso nos propomos a encontrar romancistas, poetas, artistas e conhecer a angústia, a teologia bruta que pulsa no fundo dos seus textos. E depois? Depois Guimarães Rosa nos dirá: “Tudo, para mim, é viagem de volta”.

Mediadora: Cristiane Tavares

24/11 QUARTA
SESC SANTO AMARO
15h / 18h30

Em cada canto um conto: uma experiência teatral Um passeio por lugares da cidade onde memórias pessoais são compartilhadas, ganham vida e tornam-se vivências coletivas através do teatro e da música. Valorização da escuta e dos narradores, exposição de processos criativos serão algumas das marcas deste roteiro dramatúrgico desenvolvido por quatro atrizes.

Mediadores: Grupo Nhê Maria
Grupo de teatro pesquisador da arte cênica em duas vertentes: o improviso e a construção de cenas, tendo como foco  encontrar outra relação com a platéia, tendo como guia das ações o resgate da memória e a relação na inserção espaço-tempo.

25/11 QUINTA 
SESC SANTO AMARO
15h / 18h30

Arte pelas margens. Onde a ligação do ser urbano com o céu, a floresta, as águas? Neste roteiro propomos uma ligação com a água que vai além das torneiras. Passearemos pela Represa Billings, contemplaremos bichos e gentes, acompanharemos artistas anfíbios e suas práticas resistentes  e até conspiraremos por uma cidade zelosa por suas águas.

Mediadores: Mauro Sergio Neri da Silva e Cesar Pegoraro
Mauro Sergio Neri Silva – Mauro é artista, educador, grafiteiro e (ou) artista plástico.
formado em artes visuais, integrante do coletivo Agentes Marginais e idealizador do Projeto Imargem, que realiza ações multidisciplinares envolvendo a comunidade na conservação ambiental. 

26/11 SEXTA 
SESC SANTO AMARO
19h30 / 23h

Comida de Santo.  Oferendas destinadas as Entidades espirituais e aos Orixás, as comidas sagradas dos terreiros, feitas por cozinheiras de santo  nos ajudarão a compreender melhor, neste percurso, a personalidade dos santos, as formas de devoção, as funções dos alimentos e a relação entre corpo e espiritualidade nas religiões de matriz africana.


Mediador: Reginaldo Prandi, escritor do livro Mitologia dos Orixás, A criação do Mundo – contos e lendas afro-brasileiros, Morte nos Búzios, Segredos Sagrados – Orixás na Alma Brasileira
 

27/11 SÁBADO 
SESC SANTO AMARO
15h / 18h30

Pela alma e pelo corpo, outras medicinas. A busca pela saúde e pelo bem estar nem sempre passa pela ciência e pela farmácia.  Neste percurso investigaremos práticas populares da região de Santo Amaro de se alcançar a cura, seja por meio de plantas e substâncias medicinais, seja por meio de gestos, orações.

Mediadora:  Ana do Val
Arquiteta, urbanista e artista plástica, pesquisadora do Grupo de Estudos em Mídia Impressa no COS/PUCSP. Etudou na escola de Belas Artes de Frankfurt. Coordenadora executiva de mapeamentos e interfaces digitais do Núcleo de Desenvolvimento Cultural do Intituto Polis, onde cordena projeto de mapeamento sociocultural da zona sul de São Paulo para o SESCSP. 

28/11 DOMINGO
SESC SANTO AMARO
15h / 18h30

Santo Amaro – Bom Retiro Território em Trânsito. Como a arte pode se relacionar com processos de transformação urbana e social? Este percurso ao  estabelecer ligações entre dois diferentes bairros da cidade, colocará em evidências pessoas e práticas artísticas  que ativam processos  que potencializam a capacidade criativa do espaço social local.
Mediadora: Lilian Amaral
Artista visual, mestre e doutora em artes visuais pela ECA/USP, pesquisadora curadora em projetos de arte pública contemporânea, desenvolve o projeto: Arte urbana no Brasil e paises Ibero Americanos, integra o coletivo POCS/Barcelona, dirige o projeto: “Museo aberto: a cidade como museo”

www.pocs.org

Anúncios

2 Comentários»

  learning internet marketing wrote @

This post could not be more precise

  Bamboo Tattoo Thailande wrote @

This definitely makes perfect sense.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: